Em Congresso,Raúl Castro reitera que deixará o Poder em 2018

HAVANA, 16 ABR (ANSA) - O presidente cubano, Raúl Castro, reafirmou hoje, dia 16, que "cederá" em 2018 a suas responsabilidades como mandatário "a quem for eleito" neste ano.   

Declaração foi feita durante o VII Congresso do Partido Comunista de Cuba, em curso em Havana até a próxima terça-feira, dia 19.   

Em 2015, Raúl já havia dito que "não vou chegar a ser tataravô porque os cubanos se cansarão de mim. No dia 24 de fevereiro de 2018, concluo o mandato e me retirarei". O nome mais cogitado para substituí-lo é do primeiro vice-presidente Miguel Díaz-Canel. Ele seria o primeiro presidente de fora da família Castro a comandar o país desde a Revolução Cubana, em 1959.   

No último congresso, realizado em 2011, foram aprovadas as reformas econômicas estabelecidas pelo presidente Raúl Castro com o objetivo de "atualizar o socialismo" na ilha e o legitimou como substituto de Fidel Castro no poder.   

Raúl assumiu o cargo de forma interina 2006, quando seu irmão se afastou da Presidência alegando problemas de saúde. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos