Imprensa mundial destaca votação sobre impeachment de Dilma

SÃO PAULO, 17 ABR (ANSA) - No dia em que a Câmara de Deputados decide sobre o futuro da presidente Dilma Rousseff, a votação sobre o processo de impeachment está sendo destaque nos maiores jornais de todo o mundo.   

O norte-americano "Washington Post" destacou que a pressão pelo impedimento "produziu uma crise política que se soma a um assombroso revés do destino de um país onde tudo parecia estar indo na direção correta alguns anos atrás".   

Segundo o "New York Times", também dos Estados Unidos, a política brasileira "é um esporte sangrento", mas a batalha sobre o impeachment está "inflando as paixões como nunca antes, separando famílias, transformando amigos em inimigos", etc.   

O britânico "The Guardian" destacou que as tensões estão altas no país, enquanto a votação está sendo acompanhada ao vivo pela televisão. O espanhol "El País", por sua vez, destaca que as pessoas estão indo a bares em todo o Brasil para acompanhar a votação como acontecem em jogos decisivos de futebol.   

Neste momento, os dois maiores jornais italianos, "Corriere della Sera" e "La Repubblica", dão destaque em suas homes ao impeachment. O "Repubblica" diz que Dilma "paga muito mais que a acusação", já o "Corriere" destaca os três dias de debate na Câmara.   

O argentino "Clarín" escreve que "o clima entre os congressistas vai do entusiasmo de alguns à cautela de outros". Também da Argentina, o "La Nacion" apontou o "tumultuoso" início da votação no Congresso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos