Estudiosos acham novo fóssil de dinossauro em Roma

MILÃO, 20 ABR (ANSA) - Um novo fóssil de dinossauro foi encontrado por estudiosos nos Montes Prenestinos, nos arredores de Roma, na Itália. O artefato foi batizado de Tito, em homenagem a um dos grandes imperadores romanos. Foram achadas uma vértebra e dois fragmentos do osso pélvico do animal. Pertencentes ao grupo dos titanossauros, os maiores seres vivos que já passaram pelo planeta Terra, os restos de Tito apontam que ele ainda era jovem quando morreu e que teria seis metros de altura e pesaria pouco mais de 600 quilos.   

O quadrúpede, que viveu no período Cretáceo, era herbívoro e possuía o pescoço e a cauda longos, que provavelmente serviam para alcançar árvores altas para se alimentar de suas folhagens.   

Agora os restos de Tito serão expostos no Museu de História Natural de Milão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos