Em Nova York, Renzi comemora união internacional pelo clima

ROMA E NOVA YORK, 22 ABR (ANSA) - O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, firmou nesta sexta-feira (22) o Acordo de Paris, o documento das Nações Unidas que prevê uma série de medidas sobre as mudanças climáticas, e destacou o clima de união visto entre os líderes mundiais.   

"Pela primeira vez depois de muitos anos, esta sala muito prestigiada, mas muito cheia de divisões, finalmente tomou uma posição de visão e não de divisão. Finalmente demos uma mensagem de responsabilidade para nossos filhos e nossos netos. É um grande dia porque, finalmente, a comunidade internacional dá uma mensagem para o futuro, uma mensagem de esperança", destacou em seu discurso em Nova York.   

Ressaltando o que havia dito em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (21), Renzi falou que os italianos estão "muito orgulhosos pelos resultados obtidos e o que ainda teremos" na questão ecológica e que a Itália "voltou a ser protagonista" no mundo. - Hillary Clinton: Após seu discurso na ONU, Renzi fez um telefonema para a pré-candidata democrata à Presidência dos EUA, Hillary Clinton, durante um dos intervalos dos discursos no Palácio de Vidro. Segundo fontes do governo, a conversa foi definida como "muito cordial". Ainda hoje, Renzi terá um encontro com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton na fundação mantida pelo casal em Londres. Apesar de não interferir na questão eleitoral dos EUA, o premier italiano já revelou que tem uma torcida especial por Hillary.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos