Na Alemanha, Obama cita Papa ao falar de imigrantes

BERLIM, 25 ABR (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lembrou hoje, dia 25, as palavras do papa Francisco de que "os refugiados não são números, mas pessoas, que têm um rosto e histórias".   

Ainda durante a abertura da Hannover Messe, a maior feira industrial do mundo, que acontece na Alemanha, Obama elogiou o país, dizendo que, mais que qualquer outra nação, as autoridades alemãs "aprenderam que aquilo que o mundo precisa não são mais muros".   

Em diversas ocasiões Jorge Mario Bergoglio, que defende os imigrantes desde o início de seu Pontificado, em 2013, destacou que é preciso receber os refugiados e não construir mais muros, "qualquer que seja, ao invés de criar pontes".   

"Eu digo ao povo europeu, não se esqueçam de onde vocês vieram, são todos o legado de luta pela liberdade", disse Obama. "Os alemães, os franceses, os holandeses, os belgas, os luxemburgueses, os italianos, e sim, até mesmo os britânicos, levaram a Europa de volta ao caminho da união, superando as velhas divisões".   

Em seu segundo dia na Alemanha, Obama ainda irá participar esta tarde de uma reunião "informal" do G5, na qual também são esperados Angela Merkel, Matteo Renzi, François Hollande e David Cameron. Na pauta, estarão temas como o combate ao terrorismo na Síria e na Líbia e a questão da imigração. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos