Ronaldo Fraga traz refugiados para passarelas do SPFW

SÃO PAULO, 26 ABR (ANSA) - O primeiro dia da São Paulo Fashion Week que aconteceu nesta segunda-feira (25) contou com desfiles que chamaram bastante a atenção de estilistas, fashionistas e jornalistas. No entanto, a coleção do mineiro Ronaldo Fraga, que encerrou a primeira noite da principal semana de moda do Brasil, foi a mais comentada.   


O motivo é simples: o estilista trouxe refugiados para as passarelas. E isso ocorreu não apenas no tema, cheio de referências africanas e do Oriente Médio, mas também literalmente, com cinco refugiados de diferentes nacionalidades e histórias desfilando no prédio da Bienal, dentro do Parque do Ibirapuera.   


Em relação aos modelos, uma era congolesa, dois eram sírios, um era palestino e o outro era senegalês, que aliás abriu o desfile.   


Segundo Fraga, a coleção, chamada "Re-existência", tem como objetivo servir de crítica à intolerância sofrida por refugiados de habitantes e governantes europeus, mas também no cenário brasileiro, onde as diferenças não são respeitadas.   


Para isso, além de trazer refugiados para as passarelas, o estilista criou seis modelos de máscaras feitas de tricô que remetem as usadas por manifestantes de Burundi, um dos países mais pobres do mundo localizado no centro da África, que luta contra a tentativa de releição do corrupto Pierre Nkurunziza.   


Os modelos também usaram jaquetas brancas com manchas que lembram sangue com o escrito refugees (refugiado em inglês) nas costas. Já os penteados eram inspirados nas tranças de mulheres moçambicanas que foram para Portugal. E as peças em si eram resultado de uma mistura de culturas, com estampas com listras e xadrez, vistas em roupas sírias e palestinas, realizadas com técnicas que pareciam pinturas corporais africanas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos