Exumado,corpo de Pablo Neruda volta a ser enterrado no Chile

SANTIAGO DO CHILE, 27 ABR (ANSA) - Os restos do poeta chileno Pablo Neruda foram novamente enterrados, após seu corpo ter sido exumado em 2013 para investigações sobre a causa de sua morte.   


Desta forma, Neruda foi enterrado em sua casa favorita, em Isla Negra, a cerca de 70 quilômetros da capital, Santiago, que tem vista para o Oceano Pacífico. Neruda faleceu em 23 de setembro de 1973, na clínica Santa Maria, 12 dias após um golpe de Estado contra o governo de Salvador Allende. Ele sofria de câncer de próstata e, de acordo com o boletim médico da época, essa teria sido a causa de sua morte.   


O Partido Comunista (PC) do Chile, porém, pediu para a Justiça exumar o corpo do poeta para esclarecer se não foram injetados calmantes ou venenos nele.   


As especulações sobre a morte de Neruda surgiram após declarações de seu motorista pessoal, Manuel Araya, o qual garante que o poeta foi assassinado.   


Apesar de testes não mostrarem não mostrarem restos de componentes tóxicos em seus ossos, o governo chileno declarou em 2015 que é "muito provável que [sua morte] foi causada por terceiros". Outros exames estão sendo realizados por um time de especialistas internacionais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos