Triplica número de transações suspeitas no Vaticano em 2015

CIDADE DO VATICANO, 28 ABR (ANSA) - A Autoridade de Informações Financeiras (AIF) registrou 544 casos de transações suspeitas no Vaticano no último ano, ou seja, o triplo do relatado em 2014, informou o relatório anual 2015, publicado nesta quinta-feira, dia 28.   

De acordo com o relatório, houve um notável aumento no número de transações suspeitas. Em 2012, foram registradas seis transações suspeitas, contra 202 em 2013 e 147 em 2014. Representantes da AIF destacaram, no entanto, que isso não significa que houve mais atividades criminosas no setor financeiro do que o habitual, mas sim que os dados refletem o resultado do reforço do sistema de investigações.   

A AIF é o órgão da Santa Sé responsável por acompanhar os trabalhos de todas as entidades da Igreja que atuam no setor econômico e financeiro.   

Desde que assumiu seu pontificado, em março de 2013, o papa Francisco determinou uma reforma nesses organismos, implantou novas regras e criou comissões para monitorar as operações das entidades. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos