Missa para Mussolini termina com saudação fascista na Itália

ROMA, 29 ABR (ANSA) - As autoridades de Catânia receberam um vídeo, publicado pelo site local "Meridionews", que mostra saudações fascistas sendo realizadas durante uma missa celebrada na igreja de Santa Caterina para recordar os 71 anos da morte do ex-ditador Benito Mussolini. Embora seja lícito fazer missas em homenagem aos mortos, as saudações podem ser consideradas crimes.   

A polícia local apresentará um relatório à Procuradoria da região para estabelecer se houve qualquer tipo de ofensa à lei.   

Na Itália, a apologia ao fascismo é proibida.   

Nas imagens é possível ver diversas pessoas saudando "o duce da Itália" e "todos os mártires fascistas" com os braços estendidos.   

A missa foi celebrada pelo padre Salvatore Lo Cascio, que durante as saudações foi pego rindo. Questionado, ele disse que ria por embaraço. "Essas coisas não me interessam. Não dei a palavra a eles. Quando vi o que estavam fazendo, estava indo embora, mas me pediram para ficar. O que podia fazer? Expulsá-los? Pensei no papa Francisco, quando disse que não podemos julgar os outros".   

O arcebispado da região pediu prudência. "Não se pode tirar proveito de um lugar sagrado para uma manifestação política, ainda mais se é vetada pela Constituição", disse o vigário-geral Salvatore Genchi. "Estamos pensando como sermos mais prudentes no próximo ano". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos