No 'Internet Day', protesto termina em confusão na Itália

PISA, 29 ABR (ANSA) - Uma manifestação contra o governo do primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, terminou em confusão em Pisa nesta sexta-feira (29).   

Um grupo que liderava a ação avançou contra os policiais que faziam a proteção ao prédio do Conselho Nacional de Pesquisas (CNR, na sigla em italiano), que celebrava com uma série de palestras o "Internet Day", o dia em que a Itália lembra os 30 anos da primeira conexão de internet realizada no país.   

O premier não estava no evento, mas enviou um vídeo com uma mensagem pela data e foi representado pela ministra da Educação, Stefania Giannini. Quando os manifestantes se aproximaram dos policiais, eles começaram a jogar objetos contra o grupo, que reagiu batendo com cassetetes.   

A confusão marcou o fim de uma passeata, que reuniu cerca de 500 pessoas, e que havia passado pelo centro da cidade de Pisa. A área da CNR está "blindada", com centenas de policiais e agentes, e os acessos ao local estão fechados para veículos.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos