Taxistas protestam contra Uber em Milão

MILÃO, 4 MAI (ANSA) - Taxistas da cidade de Milão usaram seus carros para bloquear estacionamentos e áreas de embarque e desembarque de aeroportos e de estações de metrô e trem nesta quarta-feira, dia 4, em protesto ao aplicativo Uber.   

O motivo da "greve", que atrapalhou a vida de muita gente e fez com que turistas tivessem que procurar transportes públicos ao chegar no município, teria sido uma circular do Ministério do Interior do país que "bloqueia as sanções que a polícia local faz ao Uberpop", afirmou o assessor da Segurança e Coesão Social de Milão, Marco Granelli.   

No entanto, de acordo com o assessor, a nota do ministério foi interpretada de maneira equivocada. "A cidade de Milão e a polícia local de Milão continuarão a sancionar o Uberpop por que o Tribunal de Milão deu razões com diversas sentenças, [...] ou seja, o problema não existe", escreveu o italiano em sua página no Facebook.   

Durante o protesto, os taxistas afirmaram que grávidas, idosos e deficientes físicos foram transportados de graça como nas "greves" anteriores. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos