Museus de Veneza ficam fechados por greve sindical

VENEZA, 06 MAI (ANSA) - A maior parte dos museus de Veneza ficou fechada nesta sexta-feira (06) em adesão à greve convocada por três grandes sindicatos italianos que pedem a renovação do contrato de trabalho daqueles que atuam no setor de turismo.   


Com o slogan #fuoriservizio ("Fora de Serviço"), sete dos 11 museus - entre eles o Palazzo Ducale e o de História Natural - permaneceram com as portas fechadas hoje. À frente dos locais, os trabalhadores carregavam cartazes e faixas com os dizeres "trabalhadores sem contratos, turismo sem qualidade".   


Convocada pela Confederação Geral Italiana do Trabalho (CGIL), pela Confederação Italiana dos Sindicatos do Trabalho (CISL) e pela União Italiana do Trabalho (UIL), as manifestações se espalharam por toda a Itália e atingiram hotéis, sítios arqueológicos, museus, além de outros pontos de cultura voltados para turistas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos