Matemático italiano é confundido com terrorista em voo

SÃO PAULO, 09 MAI (ANSA) - Um matemático italiano que estava em um voo operado pela American Airlines foi confundido com um terrorista na semana passada e falou à imprensa italiana nesta segunda-feira (09). Guido Menzio, 40 anos, é economista e professor da Universidade da Pensilvânia.   

"Para mim, foi um incidente divertido, mas significativo sobre os tempos de xenofobia em que vivemos. Eu fui tratado muito bem, me levaram para fora do avião por alguns minutos para falar com a segurança. Não me prenderam, nem me obrigaram a sair", contou Menzio ao jornal "Corriere della Sera".   

O professor questionou o sistema de segurança atual e disse que as "denúncias" precisam ser mais bem apuradas antes de acontecer o que ocorreu com ele. Isso porque, no caso do italiano, uma mulher que estava ao seu lado informou para os comissários de bordo que estava passando mal e, ao ser retirada do avião, falou que o homem ao seu lado estava "fazendo cálculos estranhos".   

"Se eles tivessem falado, tivessem feito uma pergunta ou buscassem meu nome no Google, teriam encontrado um economista italiano de um das melhores universidades norte-americanas, jovem e amigável. Mas, é aí que está o problema: não fizeram nenhuma tentativa de recolher mais informações do que aquela passageira contou", desabafou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos