Renzi escolhe novo ministro do Desenvolvimento Econômico

ROMA, 09 MAI (ANSA) - O representante permanente da Itália na União Europeia, Carlo Calenda, será o novo ministro do Desenvolvimento Econômico do país, substituindo Federica Guidi, que foi derrubada por um escândalo de tráfico de influência.   

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Matteo Renzi, que nesta terça-feira (10) irá ao presidente Sergio Mattarella para formalizar a nomeação. Calenda, de 43 anos, está em Bruxelas desde março passado e ocupou recentemente o posto de vice-ministro da pasta que ficará sob sua responsabilidade.   

Ele também tem passagens pela montadora Ferrari, pela emissora Sky e pela Confederação Geral da Indústria Italiana (Confindustria). "Calenda será um ótimo ministro, é uma ótima escolha. Creio que é a pessoa certa para o lugar certo", declarou o antecessor de Renzi, Enrico Letta, adversário do atual primeiro-ministro dentro do Partido Democrático (PD).   

A ex-ministra Federica Guidi foi forçada a deixar o Ministério do Desenvolvimento Econômico por conta da suspeita de que teria atuado para beneficiar as empresas do seu então namorado, Gianluca Gemelli, no setor de petróleo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos