Unasul fará pronunciamento hoje sobre afastamento de Dilma

SÃO PAULO, 12 MAI (ANSA) ? A União das Nações Sul-Americanas (Unasul) convocou, por meio de seu secretário-geral Ernesto Samper, uma coletiva de imprensa para esta quinta-feira (12) para falar sobre o afastamento da presidente do Brasil, Dilma Rousseff.   

O anúncio, feito pelo Twitter da entidade e do secretário-geral, irá mostrar o posicionamento do órgão sobre todo o desenrolar do caso. Em abril, Dilma havia falado, durante sua visita às Nações Unidas, que a Unasul e o Mercosul deveriam "avaliar" o processo pelo qual ela estava passando.   

Já o Mercosul ainda não se manifestou sobre a situação. Dilma já havia comentado que seu caso é semelhante ao do então presidente do Paraguai, Fernando Lugo, que foi destituído do poder em 2012.   

Na época, o bloco sul-americano suspendeu o Paraguai de participar do Mercosul por causa da crise política.   

Durante essa semana, Dilma recebeu também o "apoio" do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro. O representante anunciou que faria uma consulta na Corte Interamericana de Direitos Humanos sobre a legalidade do processo.   

"Há argumentações de que [os decretos] haviam sido feitos por antecessores por menos dinheiro e tempo. Esta gradualidade não existe em direito, em direito existe a tipificação. Não há gradualidade em roubo, não há uma diferença se é um ou 100. Isso vale para agravante ou atenuante, não quanto à tipificação de delitos?, afirmou Almagro após reunir-se com a presidente na terça-feira (10). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos