Maduro prorroga 'estado de emergência' no país

CARACAS, 14 MAI (ANSA) ? O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, prorrogou por mais 60 dias o "estado de emergência econômica" no país. O anúncio, feito nesta sexta-feira (13), permite que o governo tenha "poderes especiais" na relação com o Parlamento, que é dominado pelos opositores.   

Segundo Maduro, tal medida é necessária para "derrotar o golpe de Estado e a guerra econômica, de modo a estabilizar o país e enfrentar as ameaças contra a nossa pátria".   

O presidente pode ser afastado do cargo até o fim do ano caso a oposição consiga acelerar os passos para a convocação de um referendo revogatório do mandatário. A primeira fase, que precisava recolher mais de 190 mil assinaturas para o início do processo foi superada com folga pela oposição. Agora, será preciso mais um recolhimento de cerca de quatro milhões de assinatura para poder convocar o referendo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos