Quantos amam cachorros, mas ignoram os vizinhos?,indaga Papa

CIDADE DO VATICANO, 14 MAI (ANSA) - O papa Francisco falou sobre piedade durante a audiência jubilar deste sábado (14), na Praça São Pedro, no Vaticano, e questionou aqueles que ignoram as pessoas que passam por sofrimentos.   

"Quantas vezes vemos pessoas tão ligadas aos gatos e aos cachorros e que depois não ajudam o vizinho ou a vizinha que está passando fome? Não, não, isso não está de acordo, não é?", questionou o Pontífice pedindo para que os cristãos "fiquem atentos para não piedade com aquela compaixão difundida apenas como uma emoção superficial que ofende o outro".   

"A piedade não é confundível com a compaixão pelos animais que vivem conosco. Ocorre que, às vezes, você sente isso pelos animais e fica indiferente ao sofrimento dos irmãos. A piedade é um dos sete dons do Espírito Santo que o Senhor ofereceu aos discípulos para torná-los dóceis inspirações divinas", disse ainda o sucessor de Bento XVI.   

Segundo Francisco, Jesus dizia que "viver a piedade equivale a dividir a tristeza com quem se encontra, mas ao mesmo tempo, é trabalhar em primeira pessoa para levar alegria". Aos fiéis que estavam na audiência especial, Jorge Mario Bergoglio fez um convite para "cultivar a piedade" para saber afastar as indiferenças para reconhecer os sofrimentos dos outros e "liberar-nos da escravidão do bem-estar material". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos