Com menos incentivos,mercado de trabalho desaquece na Itália

ROMA, 18 MAI (ANSA) - O mercado de trabalho na Itália desacelerou o ritmo de contratações no primeiro trimestre do ano, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). O saldo total de contratações e demissões durante o trimeste é de 51,8 mil vagas, o que representa uma queda de 77% no índice se comparado com o ano anterior. Os números sinalizam que a redução de 40% dos incentivos introduzidos com as reformas do governo de Matteo Renzi impactaram o mercado de trabalho. Mas, ainda assim, os incentivos mantêm um saldo positivo nas contratações na Itália.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos