Hackers espionaram pré-candidatos à Presidência dos EUA

NOVA YORK, 18 MAI (ANSA) - O diretor da Inteligência Nacional dos Estados Unidos, James Clapper, revelou nesta quarta-feira (18) que hackers, possivelmente a serviço de governos estrangeiros, estão espionando pré-candidatos à Presidência norte-americana.   

"Nós temos alguns indícios disso", declarou o oficial, sem especificar quais campanhas estariam na mira de ataques cibernéticos e nem como essas ações teriam ocorrido. No entanto, fez um alerta: "Conforme as campanhas forem se intensificando, provavelmente teremos mais [ataques]".   

Em 2008, a Inteligência Nacional já havia identificado ações de hackers provenientes da China contra as candidaturas do democrata Barack Obama e do republicano John McCain. Os criminosos haviam tentado acessar dados, emails e informações sobre economia e segurança nacional que os assessores dos dois postulantes pudessem ter recebido.   

A corrida eleitoral nos Estados Unidos está na reta final das primárias dos partidos para escolherem seus candidatos, mas é cada vez mais certa uma disputa entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos