Donald Trump lembra acusações de estupro contra Bill Clinton

NOVA YORK, 19 MAI (ANSA) - O magnata republicano Donald Trump, que pela primeira vez ultrapassou a democrata Hillary Clinton nas pesquisas de intenção de voto, voltou a atacar seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, o acusando de estupro.   

Em entrevista à rede de notícias conservadora "Fox News", ele disse que Clinton "escapou de todas as coisas que fez", referindo-se a denúncias de Paula Jones, Kathleen Willey e Juanita Broaddrick, que acusaram o ex-presidente de abuso.   

O apresentador Sean Hannity lembrou que "em um caso, ele foi acusado de exposição indevida. Em outro, ele tocou uma mulher contra sua vontade". E foi acusado de "estupro", acrescentou Trump. Declarações foram feitas dias após o jornal "The New York Times" publicar dezenas de entrevistas com mulheres acusando o magnata, muitas vezes chamado de machista, de assédio sexual e humilhação. Ele respondeu com dureza em sua conta no Twitter. "Porque não escreve a história real de Clinton e das mulheres? Os meios de comunicação são totalmente desonestos".   

Segundo representantes de Hillary, Trump "está fazendo o que sabe melhor, ou seja, atacando quando se sente ferido e arrastando o povo norte-americano".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos