Antes de morrer, radical italiano escreveu para o Papa

ROMA, 20 MAI (ANSA) - O líder radical italiano Marco Pannella escreveu ao papa Francisco, seu grande amigo, pouco antes de falecer na última quinta-feira, dia 19, aos 86 anos.   

"Eu estava próximo a você [na ilha grega de] Lesbos quando abraçou a atormentada carne daquelas mulheres, crianças e homens que ninguém quer na Europa", escreveu Pannella sobre a visita do Pontífice ao local que é tido como porta de entrada de imigrantes ilegais ao continente.   

"Esse é o evangelho que amo e que gostaria de viver ao lado dos oprimidos, aqueles que todo mundo rejeita", acrescentou, em carta que foi divulgada hoje. O político havia sido transferido de sua casa para um hospital de Roma nos últimos dias após uma piora nas funções vitais em decorrência de sua longa luta contra tumores nos pulmões e no fígado, falecendo ontem. O político radical tinha muita afinidade com o atual líder da Igreja Católica. O religioso era considerado "amigo" por Pannella e os dois protagonizaram alguns momentos importantes nos últimos anos. Em 2014, Pannella decidiu fazer uma greve de fome para denunciar as péssimas condições dos presídios italianos. No dia 25 de abril daquele ano, o Pontífice telefonou para o político para saber de suas condições de saúde e, após a conversa, o líder radical decidiu interromper o ato de protesto. Na época, Francisco prometeu que lutaria por melhorias para os presos, algo que de fato, o líder católico vem fazendo através de discursos e de visitas a presídios do mundo todo. O próprio papa Francisco, no aniversário de 86 anos do radical, celebrado em 2 de fevereiro deste ano, mandou um exemplar do seu livro "Deus é misericórdia". Histórico - Pannella era conhecido como um dos protagonistas da luta pelos direitos civis na Itália nas últimas décadas e um dos fundadores do Partido Radical (atualmente conhecido como Radicais Italianos). Nos anos 1970, contribuiu decisivamente para a legalização do voto para os jovens de 18 anos, do aborto e do divórcio, para a descriminalização do uso de drogas leves e para o fechamento de manicômios. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos