Interrogado na França, suposto terrorista de Paris se cala

PARIS, 20 MAI (ANSA) - Em seu primeiro interrogatório na França, Salah Abdeslam, acusado de participação nos atentados de 13 de novembro em Paris, ficou em silêncio. O suposto terrorista havia chegado nesta sexta-feira (20) pela manhã ao Palácio de Justiça da capital para ser ouvido por magistrados, mas preferiu não se pronunciar. "Ele não quis falar hoje, mas o fará mais para frente", garantiu um de seus advogados, Frank Berton.   

Segundo a Procuradoria de Paris, Abdeslam não quis nem mesmo confirmar as declarações dadas anteriormente à polícia e à justiça belgas. Ele é acusado de ser um dos terroristas que dispararam contra bares e restaurantes dos 10º e 11º arrondissements da capital francesa - seu irmão, Brahim, participou da ação, mas se suicidou.   

Sua prisão, ocorrida em março passado, na Bélgica, teria motivado os recentes atentados em Bruxelas, que deixaram 32 mortos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos