Taiwan elege 1ª presidente mulher e China retoma oposição

TAIPÉ, 20 MAI (ANSA) - Pela primeira vez na história, a Presidência de Taiwan será ocupada por uma mulher. Tsai Ing-wen, de 59 anos, assumiu o posto nesta sexta-feira (20), carregando uma série de desafios, entre eles a difícil relação com a China e a retomada da economia do próprio país, que está em recessão.   

Tsai prestou juramento no Palácio Presidencial de Taipé diante da bandeira nacional de Taiwan e do retrato de Sun Yat-sen, fundador da China Republicana. O governo de Pequim considera Taiwan um território rebelde secessionista e, por isso, intensificou sua pressão contra a ilha devido às eleições locais através de exercícios militares, críticas diplomáticas e deportações. Em seu discurso de posse, a nova presidente disse respeitar "os interesses e a troca de informação" negociada entre os dois países em 1992, mas não mencionou a política de "China unida" defendida por Pequim, o que irritou as autoridades vizinhas. Tsai também garantiu que prosseguirá com os contatos e que fará de tudo para manter a paz e a estabilidade na região.   

Por sua vez, Pequim ameaçou invadir a ilha em caso de uma separação total de Taiwan. "A independência de Taiwan continua sendo a principal ameaça à paz nas relações", criticou o governo chinês em um comunicado transmitido pela agência Xinhua. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos