Obama põe fim ao embargo de venda de armas ao Vietnã

ROMA, 23 MAI (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou em Hanói nesta segunda-feira (23) o fim do embargo na venda de armas do país ao Vietnã. A medida põe fim ainda a um dos últimos vestígios da guerra entre as duas nações, fato que ocorreu em 1975.   

"Os Estados Unidos revogam completamente a proibição da venda de equipamentos militares ao Vietnã que ficou em vigor por 50 anos", disse em discurso, ao lado de seu homólogo Tran Dai Quang, durante sua visita oficial ao país. Apesar de Obama negar, segundo a mídia norte-americana, a revogação faz parte de um amplo acordo para uma maior cooperação no campo da defesa para combater a crescente influência chinesa na região. Além disso, o presidente anunciou que os voluntários da agência federal "Peace Corps" irão para o Vietnã pela primeira vez na história. A missão principal do grupo será o ensino da língua inglesa para crianças, os netos dos combatentes do conflitos. A visita do líder a Hanói é a terceira desde o fim da guerra em 1975, depois das realizadas por Bill Clinton e George W. Bush.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos