Comício de Trump no Novo México é marcado por confrontos

WASHINGTON, 25 MAI (ANSA) - Policiais ficaram feridos e uma pessoa foi presa na madrugada desta quarta-feira, dia 25, após confronto registrado durante um ato político em apoio ao republicano Donald Trump em Albuquerque, no estado norte-americano do Novo México. A confusão teve início durante um comício com cerca de 4 mil pessoas no Albuquerque Convention Center. Enquanto discursava, o magnata foi interrompido em diversas ocasiões por opositores, que furaram um bloqueio policial e entraram no local.   

Muitos carregavam cartazes, alguns deles com os dizeres: "Trump fascista" e "Já escutamos demais". Do lado de fora, aqueles que não puderam entrar queimaram camisetas com o slogan da campanha do republicano "Make America Great Again" ("Faça a América Grande Novamente", em livre tradução do inglês).   

Segundo a imprensa local, os manifestantes contrários ao candidato ainda atiraram garrafas e pedras contra os agentes de segurança e atacaram viaturas policiais. Os policiais responderam com spray de pimenta. Segundo o promotor da região, Doug Antoon, "não foi um protesto, foi uma luta. Trata-se de grupos de ódio".   

Primárias - Nas primárias realizadas ontem no estado de Washington, o magnata levou a melhor e conquistou 40 delegados, se aproximando da nomeação republicana.   

Os demais rivais, Ted Cruz e John Kasich, apesar de terem se retirado da disputa, continuam com seus nomes nas cédulas de votação das primárias e conseguiram juntos quase 20% dos votos.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos