PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Polícia dispersa à força grevistas em refinaria na França

25.mai.2016 - Policiais dispersam manifestantes que ergueram barricada em refinaria. O protesto é contra as reformas trabalhistas propostas pelo governo francês - François Lo Presti/AFP
25.mai.2016 - Policiais dispersam manifestantes que ergueram barricada em refinaria. O protesto é contra as reformas trabalhistas propostas pelo governo francês Imagem: François Lo Presti/AFP

Em Paris (França)

25/05/2016 17h10

A polícia francesa dispersou nesta quarta-feira (25) cerca de 80 pessoas que bloqueavam um armazém de combustíveis desde a semana passada em Douchy-les-Mines, no norte da França. Os oficiais usaram jatos de água contra os manifestantes.   

Os grevistas protestam contra uma reforma na Lei Trabalhista que facilitaria a demissão de funcionários. Os sindicalistas querem que a paralisação se espalhe por outros setores.

Com a escassez de combustíveis em diversas regiões do país devido à greve nas refinarias de petróleo e depósitos, as autoridades locais não descartam o uso da força policial para dar fim à paralisação.   

O ministro da Justiça, Jean-Jacques Urvoas, disse, em entrevista ao canal France 2, que "o governo usará todos os meios à sua disposição" para acabar com o bloqueio. Ainda segundo ele, as greves que paralisam as oito refinarias do país são conduzidas por uma minoria dos trabalhadores.   

Segundo dados oficiais, apesar da escassez, o país tem reserva para três meses. O presidente da União Industrial Petrolífera (Ufip), Francis Duseux, disse que a situação é tensa, mas pediu que os consumidores não tenham pânico, o que só piora o cenário.

Internacional