Patrimônio de presidente argentino duplicou em 2015

BUENOS AIRES, 27 MAI (ANSA) - Em sua primeira prestação de contas como presidente, o argentino Mauricio Macri informou que seu patrimônio aumentou em mais de 100% em 2015.   

Segundo dados da Secretaria Anticorrupção (OA, na sigla em espanhol), em 2014, seu patrimônio era de 52 milhões de pesos argentinos (cerca de R$ 13 milhões), tendo passado para 110 milhões (cerca de R$ 28 milhões), no ano seguinte.   

Ele justifica o aumento da fortuna dizendo que houve a valorização de muitas de suas ações. Além disso, houve a desvalorização do peso diante do dólar. No primeiro relatório, a moeda norte-americana era avaliada em $ 8, contra $ 12 no final do ano em exercício.   

Além de presidente, e anteriormente prefeito de Buenos Aires, Macri também atua como empresário e já esteve à frente do tradicional time de futebol local Boca Juniors. Com seu nome envolvido recentemente no escândalo "Panama Papers", Macri anunciou que seus bens serão administrados por "um conjunto de pessoas independentes", algo inédito na história da Argentina. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos