Louvre evacua obras de arte por risco de enchentes em Paris

PARIS, BERLIM E ROMA, 2 JUN (ANSA) - O Museu do Louvre ordenou a evacuação de suas obras de arte nesta quinta-feira (2) devido ao risco de enchentes que podem ocorrer com o transbordamento do rio Sena e pelas chuvas torrenciais que atingem a França e a Alemanha nos últimos dias. O maior museu de Paris ficará fechado ao público até amanhã de modo preventido. O Louvre seguiu a mesma decisão do Museu de Orsay, que também retirou seu acervo para protegê-lo de possíveis danos causados pelas inundações. O rio Sena, que corta a capital francesa, superou os cinco metros de profundidade. O recorde já registrado no Sena foi de 8,6 metros, nas inundações de 1910. Ao menos cinco pessoas morreram na onda de mal-tempo que atinge a França e a Alemanha. A tragédia maior ocorreu na Baviera, no centro de Simbach am Inn, onde três pessoas foram encontradas sem vida por não conseguirem deixar suas casas. Mais um outro corpo foi localizado na região depois. Já na França, uma mulher de 86 anos se afogou na noite de ontem (1) em Souppes-sur-Loing.   

Dezenas de cidades francesas e alemãs estão em situação de emergência. Equipes de resgate, com o apoio de helicópteros, tentam resgatar pessoas ilhadas e bloqueadas pelas águas.   

Algumas regiões estão sem energia elétrica, afetando cerca de 24 mil residências, e várias estradas foram danificadas. As previsões meteorológicas afirmam que as chuvas permanecerão pelos próximos dias, o que preocupa as autoridades locais. O presidente francês, François Hollande, pediu para que seja declarado estado de "catástrofe natural". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos