Refugiados são tema de exposição no MoMA

NOVA YORK, 6 JUN (ANSA) - As perigosas travessias que refugiados fazem para conseguir se estabelecer na Europa são um assunto que está sendo abordado e discutido não apenas pela mídia, mas também pela arte em exposições sediadas em alguns dos museus mais importantes do mundo, como o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA.   


Em duas salas do segundo andar do edifício, se encontrará, até o dia 10 de outubro, a mostra "The Mapping Journey Project", criação da artista franco-marroquina Bouchra Khalili que conta com oito vídeos, cada um de um refugiado, que contam por quais lugares esses migrantes passaram desde que saíram de seus países de origem até o seu destino final.   


Os vídeos, que são expostos na íntegra e separadamente, cada um em uma grande tela, mostram os oito refugiados traçando a rota que fizeram com todas as suas paradas em um mapa da região abordada com um marcador de texto.   


Nos vídeos, que foram realizados entre 2008 e 2011, ou seja, antes da maior crise imigratória da Europa após a Segunda Guerra Mundial acontecer, as mãos e as vozes dos personagens são as únicas partes dos refugiados que aparecem e seus nomes não são citados, fazendo com que suas identidades continuem no anonimato. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos