Novo ataque na Turquia deixa mais de 10 mortos

ROMA, 07 JUN (ANSA) - Ao menos 11 pessoas morreram nesta terça-feira (07) em um atentado com carro-bomba no centro de Istambul, na Turquia. Segundo as autoridades, sete vítimas eram militares, outros quatro mortos eram civis e 36 pessoas ficaram feridas.   

Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, mas o governo do presidente Recep Tayyip Erdogan acusou grupos separatistas turcos pela ação. "Isso está sendo realizado contra as pessoas que devem garantir a segurança das pessoas. Isso não pode ser perdoado. Nós vamos continuar a luta contra os terroristas até o fim", disse Erdogan à "BBC" durante uma visita aos feridos em um hospital. O mandatário não citou nomes, mas ele chama de "terroristas" o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em turco).   

De acordo com forças de segurança, o ataque ocorreu com um carro-bomba ativado por controle remoto, no centro histórico da cidade, no bairro Beyazit Vezneciler. O ponto é muito frequentado por turistas e estudantes, já que abriga diversas universidades.   

Esse é o terceiro grande ataque contra turistas e militares na Turquia neste ano. Em janeiro, 12 alemães morreram em uma ação em Istambul. No mês seguinte, 28 militares foram mortos em uma emboscada em Ancara e, em março, 35 pessoas foram mortas em uma ação também na capital do país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos