Após ver Obama, Sanders afirma que se encontrará com Hillary

WASHINGTON, 09 JUN (ANSA) - Após se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o pré-canditato democrata, Bernie Sanders, afirmou que quer se encontrar "em breve" com a sua rival na corrida eleitoral, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton. "Estou ansioso para encontrar-me com ela em um futuro próximo e ver como podemos trabalhar juntos para derrotar Donald Trump", afirmou o senador de Vermont. Apesar de dizer que vai seguir "até a convenção", Sanders deixou nas entrelinhas se vai continuar com sua campanha para a Presidência mesmo com o fato de Hillary já ter a quantidade de delegados suficientes.   

Ainda na coletiva pós-reunião, o senador afirmou que "não entende" como o Partido Republicano indicou alguém como o magnata para concorrer ao cargo máximo do país e disse que vai fazer "tudo que estiver em meu alcance, e eu vou trabalhar o mais duro que eu puder, para ter a certeza de que Donald Trump não se torne presidente".   

"É inacreditável para mim, e eu falo isso com toda a sinceridade, que eles [republicanos] teriam um candidato a presidente que em pleno ano de 2016 prega intolerância e discriminação, as pedras angulares da sua campanha. Um candidato que insulta mexicanos e latinos, mulheres, muçulmanos", reforçou.   

A mída norte-americana afirmava que, nesse encontro, Obama iria "pressionar" o senador para que ele desistisse da disputa pré-eleitoral para unir os democratas em torno de Hillary.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos