Kuczynski é declarado vencedor de eleições no Peru

SÃO PAULO, 9 JUN (ANSA) - Com todos os votos apurados, o economista de centro-direita Pedro Pablo Kuczynski foi declarado o vencedor das eleições presidenciais no Peru, informaram nesta quinta-feira (9) as autoridades eleitorais locais. Na contagem oficial, Kuczynski obteve 50,12% dos votos, superando por uma estreita margem sua rival Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori, que ficou com 49,88%. A informação foi relevada pelo presidente do Tribunal Eleitoral, Mariano Cucho, quatro dias após as eleições presidenciais. Apesar da polêmica em torno de seu nome, Keiko mantinha 51,6% das intenções de voto para o segundo turno, de acordo com as pesquisas eleitorais que antecederam as eleições. Muitos peruanos dizem que Keiko seria uma ameaça para a democracia, uma vez que seu pai está preso por violações aos direitos humanos durante seu governo, de 1990 a 2000. Keiko, porém, conduziu uma campanha eleitoral agressiva, percorrendo todo o Peru e conquistando o apoio de grupos distintos, como os evangélicos, ao se declarar contrária ao aborto e ao casamento gay. Especialistas políticos afirmam que Kuczynski, por sua vez, conseguiu acumular apoiadores de várias alas também. Os eleitores não teriam votado para defender seus ideais, e sim, para evitar uma vitória de Keiko. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos