Ex-The Voice, Christina Grimmie é assassinada nos EUA

ROMA, 11 JUN (ANSA) - A cantora Christina Grimmie, 22 anos, morreu neste sábado (11) em um hospital de Orlando após ser vítima de um homem que apareceu atirando contra ela após um show no The Plaza Live na mesma cidade.   


"É com o coração cheio de dor que confirmamos que Christina voltou para a casa do Pai. Pedimos o respeito pela privacidade de sua família e de seus amigos nesse momento de luto", escreveu a agente da cantora nas redes sociais da artista.   


O atirador, que não foi identificado pela polícia, se matou após disparar entre "quatro ou cinco tiros" contra a jovem. Em nota, o chefe da polícia de Orlando, John Mina, informou que tudo indica que "o homicídio parece ter sido cometido por um louco" que mirava em Grimmie e que portava duas armas.   


Os policiais ainda confirmaram que o irmão da cantora tentou protegê-la, derrubando o atirador, mas os ferimentos foram fatais. Segundo as primeiras informações, o homem já entrou disparando no local onde a cantora estava dando autógrafos, após o show, e se matou logo na sequência.   


Grimmie ficou mundialmente conhecida após terminar na terceira colocação na sexta edição do programa "The Voice". Ela fazia parte do time de Adam Levine, que postou em suas contas nas redes sociais toda a sua consternação pela morte da cantora. "Estou triste, chocado e confuso. Nós te amamos muito grimmie", escreveu.   


Já a produção do programa escreveu no Facebook que "Estamos com o coração partido. @TheRealGrimmie é uma amada integrante da nossa família. Nossos pensamentos estão com ela e com sua família". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos