Renzi chama de 'desprezível' distribuição de livro de Hitler

ROMA, 11 JUN (ANSA) - A distribuição de uma cópia do livro "Minha Luta" ("Mein Kampf") de Adolf Hitler pelo jornal italiano "Il Giornale" causou indignação no primeiro-ministro do país, Matteo Renzi.   

"Vejo como desprezível que um jornal italiano dê de presente o 'Mein Kampf' de Hitler. O meu abraço afetuoso à comunidade judaica. #nuncamais", escreveu Renzi em seu perfil no Twitter neste sábado (11). Desde que o periódico anunciou a distribuição do livro, houve muitas críticas dos grupos judeus e da embaixada israelense em Roma. Segundo fontes da sede diplomática, "se tivessem nos consultado, teríamos recomendado a distribuição de livros muito mais adequados para estudar o Holocausto".   

A edição que será distribuída pelo diário italiano foi revisada pelo historiador Francesco Perfetti e tem como objetivo explicar a origem de uma das maiores tragédias da humanidade. "Para entender como foi possível nascer o mal absoluto é preciso ir até a fonte e não ter medo de relatar as tragédias do século 20", afirmou o diretor do jornal, Alessandro Sallusti. "Minha Luta" fará parte de uma coleção de oito volumes dedicados à história do Terceiro Reich. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos