Após novo vexame, Dunga é demitido da seleção brasileira

SÃO PAULO, 14 JUN (ANSA) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) demitiu nesta terça-feira (14) o técnico Dunga do comando da seleção. Ele vinha sendo questionado desde que retornara ao cargo, após a Copa do Mundo de 2014, mas não resistiu à eliminação precoce na Copa América Centenário.   


Dunga foi informado da decisão em uma reunião no Rio de Janeiro com o presidente da CBF, Marco Polo del Nero. Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções e principal aliado do treinador, também perdeu o cargo, assim como toda a comissão técnica.   


"A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipe durante a realização do trabalho", disse a entidade por meio de uma nota. O favorito para substituir Dunga é Tite, campeão brasileiro, sul-americano e mundial pelo Corinthians. Há a expectativa de que ele seja anunciado ainda nesta terça.   


O próximo compromisso da seleção brasileira será nas Olimpíadas, quando tentará uma inédita medalha de ouro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos