Escavadores encontram primeiras pegadas de Homo Erectus

ROMA, 15 JUN (ANSA) - Uma equipe de escavadores anunciou nesta quarta-feira (15) ter descoberto as primeiras pegadas do Homo Erectus, feitas há cerca de 800 mil anos na Eritreia. O grupo de pesquisa é coordenado pela Universidade Sapienza de Roma e pelo Museu Nacional da Eritreia e atua no sítio arqueológico de Aalad-Amo, na parte oriental do país. As pegadas foram identificadas em uma zona desértica, mas que antigamente costumava ser um lago, com areia, no meio de uma pradaria. De acordo o coordenador dos escavadores, Alfredo Coppa, as pegadas poderão ajudar a esclarecer dúvidas sobre o Homo Erectus e sobre a evolução humana, principalmente sobre anatomia e locomoção.   

O Homo Erectus viveu entre 1,8 milhão de anos e 300 mil anos atrás e media cerca de 1,30 m a 1,70 m de altura. Habitantes de diversos ecossistemas diferentes, eles usavam ferramentas mais bem elaboradas, como machados de mão. Possivelmente, eles foram os primeiros a também usar o fogo e a iniciar uma migração do continente africano para outras áreas. O mais antigo Homo Erectus foi encontrado pelo holandês Eugéne Dubois (1858-1940) na margem do rio Bengawan Solo, em Java, na Indonésia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos