Russo preso na França é do Comitê da Copa de 2018

MOSCOU, 16 JUN (ANSA) - Um grupo de 20 torcedores russos presos na última terça-feira, dia 14, enquanto viajava de Marselha a Lille para ver sua seleção enfrentar a Eslováquia na Eurocopa 2016 será deportado da França nos próximos cinco dias.   


Entre eles se encontra Alexander Shprygin, chefe da Associação Russa de Torcedores e fanático pelo Dínamo de Moscou. De acordo com a mídia local, Shprygin também participa do Comitê Organizador de Moscou para a Copa do Mundo de 2018, que acontecerá na Rússia.   


Além disso, ainda segundo a imprensa russa, o torcedor aparece em fotos com o presidente Vladimir Putin e é ex-colaborador do líder do Partido Liberal Democrata, Vladimir Zhirinovsky, e de seu filho Igor Lebedev, membro da Federação Russa de Futebol que chegou a criticar o modo de agir da polícia francesa durante os confrontos com ingleses em Marselha.   


Shprygin, apelidado de "Comanche" pelos jornais do país, também é conhecido pelo seu posicionamento político de extrema-direita, que pode ser ilustrado por uma foto na qual ele faz uma saudação nazista. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos