Papa acolhe mais refugiados sírios no Vaticano

CIDADE DO VATICANO, 17 JUN (ANSA) - Depois da visita do papa Francisco à ilha grega de Lesbos -- quando o Pontífice levou para Roma três famílias de refugiados --, um segundo grupo com nove imigrantes se mudou na noite de ontem (16) para as dependências do Vaticano na capital italiana. Entre os nove refugiados, há dois cristãos, de acordo com a Santa Sé. São três crianças e seis adultos, todos sírios.   

A transferência dos refugiados foi coordenada pela Gendarmeria vaticana, pelo Ministério do Interior da Grécia e pela Comunidade de Sant'Egidio. Francisco esteve na ilha de Lesbos em 16 de abril e se reuniu com os imigrantes em um campo de acolhimento. Os refugiados chegaram a chorar nos pés do Papa, a beijar suas mãos e a implorar por ajuda. As famílias sírias viajaram para Roma no avião do Vaticano e foram escolhidas aleatoriamente. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos