Premier italiano quebra 'gelo' do Ocidente e visita Putin

SÃO PETERSBURGO, 17 JUN (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, quebrou nesta sexta-feira (17) o "gelo" do Ocidente à Rússia e se reuniu com o presidente Vladimir Putin em São Petersburgo. No encontro, ocorrido em um fórum de negócios, os dois promoveram acordos bilaterais e falaram em "construir pontes".   

Antes do cara a cara, Renzi visitou uma obra da construtora italiana Astaldi na cidade e já deu o tom de sua visita: "Estamos trabalhando para construir pontes, esse é o objetivo da Itália. A Itália acredita no diálogo, não no bloqueio. Por isso hoje é um dia importante, porque pensamos que as razões que nos unem são maiores do que as que nos dividem", afirmou.   

Em seguida, o primeiro-ministro se dirigiu para um fórum de negócios em São Petersburgo, onde se deu o encontro com Putin.   

"Não precisamos nem dizer que o termo 'Guerra Fria' não pode estar no vocabulário do século 21. É fora da realidade e da história. Que a União Europeia e a Rússia voltem a ser ótimos vizinhos", conclamou o italiano.   

A "Guerra Fria" retornou à geopolítica internacional há pouco mais de dois anos, quando Moscou anexou a península ucraniana da Crimeia e foi acusada pelos Estados Unidos e por Bruxelas de patrocinar movimentos separatistas contrários a Kiev. Desde então, tanto Washington quanto a UE aprovaram diversas sanções econômicas - ainda em vigor - contra autoridades, empresas e a própria economia da Rússia.   

Em sua passagem por São Petersburgo, Renzi prometeu pedir para o Conselho Europeu - o poder executivo do bloco - colocar em discussão a manutenção das sanções contra Moscou. "A visita de Renzi foi dinâmica, rica em conteúdo, intensa. Conversamos sobre problemas-chave da cooperação bilateral", declarou o presidente russo, acrescentando que o italiano é um "grande primeiro-ministro".   

Os dois líderes promoveram acordos bilaterais de mais de 1 bilhão de euros que, segundo eles, não desrespeitam as sanções europeias. Os pactos dizem respeito a cooperações entre empresas das duas nações. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos