Após ser hackeado, Zuckerberg fica 'paranoico' com segurança

ROMA, 22 JUN (ANSA) - Após ter suas redes sociais invadidas por hackers, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, apelou para uma "nova" medida de segurança em seu laptop: ele colocou fitas adesivas na saída da câmera e de microfone para impedir qualquer registro. O flagrante ocorreu após o norte-americano postar uma foto em que comemora a marca de mais de 500 milhões de usuários ativos no Instagram - comprado pelo Facebook em 2012 - nesta terça-feira (21). A medida pode ter sido tomada como forma de responder aos ataques sofridos no dia 6 de junho, quando hackers revelaram que a senha de Zuckerberg em todas as redes sociais era simples e a mesma: "dadada". De acordo com especialistas, colocar as fitas é uma maneira de impedir que programas consigam acessar imagens e áudios para fazer a espionagem, já que é possível desligar qualquer sinalização de funcionamento desses equipamentos. Ou ainda, é possível que o dono do Facebook esteja se protegendo de alguma ameaça específica.   


Para os "normais", a medida também funciona, mas o mais simples é desativar tanto o microfone como a câmera do computador.   


Assim, você só utiliza quando for realmente necessário. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos