Passarelas flutuantes de Christo provocam caos na Itália

LONDRES, 22 JUN (ANSA) - Inauguradas no último sábado (18), as alaranjadas passarelas do projeto "The Floating Piers" ("Os píeres flutuantes", em tradução livre), criado pelo artista búlgaro Christo, têm provocado caos nos arredores do Lago de Iseo, norte da Itália.   


Na manhã desta quarta-feira (22), cerca de 3 mil pessoas, incluindo 400 menores de idade, ficaram bloqueadas por mais de uma hora na Estação Central de Brescia por causa da superlotação na instalação, que fica a cerca de 30 km de distância.   


A cidade é a principal porta de entrada para o Lago de Iseo, onde os 3 km de píeres flutuantes de Christo conectam as vilas de Sulzano e Monte Isola e a ilha de San Paolo. Por conta do grande número de turistas que chegam à região para conhecer as passarelas, a polícia montou um esquema de segurança especial para gerir o fluxo.   


A Trenord, empresa que opera os ramais ferroviários no norte da Itália, teve até de aumentar o número de trens entre Brescia e Sulzano para fazer frente à demanda de visitantes. Em função disso, a Estação Central viveu momentos de confusão nesta quarta, principalmente quando chegava uma composição e seus passageiros tinham de se espremer em meio à multidão para sair dos vagões.   


As conexões com Sulzano foram interrompidas por algumas horas até que a situação se normalizasse. Além disso, a obra de Christo tem recebido mais visitantes do que o esperado, aumentando o desgaste na estrutura que sustenta as passarelas.   


As autoridades italianas estudam até fechar a instalação - que fica aberta 24h por dia - entre meia-noite e 6h da manhã.   


A expectativa inicial dos organizadores era receber 1 milhão de turistas até o dia 3 de julho, quando os píeres serão desmontados. "É preciso ter paciência, se você tem pressa não venha visitá-lo [o projeto]. A espera também é parte da experiência, e a obra de arte exige envolvimento com o espaço", aconselhou o artista búlgaro em uma entrevista concedida dois dias depois da inauguração.   


Considerado um grande evento internacional de arte, o projeto "The Floating Piers" acontece em uma região pouco habituada ao turismo de massa, a cerca de 100 km de Milão e a 200 km de Veneza. As passarelas têm 35 cm de altura e 16 m de comprimento e são formadas por aproximadamente 200 mil cubos de polietileno de alta densidade cobertos por tecido laranja. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos