Quase metade dos apoiadores de Sanders não votará em Hillary

NOVA YORK E WASHINGTON, 22 JUN (ANSA) - Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (22) mostrou que quase a metade daqueles que dizem apoiar a candidatura de Bernie Sanders não votará em sua rival democrata, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton.   

Segundo levantamento da Bloomberg, 55% dos entrevistados informaram que votariam em Hillary, enquanto 22% votam no republicano Donald Trump, 18% no independente Gary Joh e 5% não quiseram ou souberam responder.   

A alta rejeição dos questionados tem a ver com o fato de considerarem que a ex-secretária de Estado representa "os grandes conglomerados" e a "velha política". Entre aqueles que votam em Trump, a afirmação é de que "ele não engana ninguém porque mostra quem é".   

A divisão entre os democratas é tão grande que o jornal "The New York Times" informou que haverá protestos de ambos os lados no primeiro dia de convenção do partido, que ocorrerá na Filadélfia.   

Aproveitando a fragmentação dos rivais, o magnata usou um discurso nesta quarta-feira (22) para pedir que os eleitores de Sanders "unam-se ao nosso movimento" e votem nele.   

As nomeações oficiais dos candidatos de cada partido ocorrerão, do lado republicano, entre os dias 18 e 21 de julho em Ohio e, do lado democrata, entre os dias 25 a 28 de julho na Filadélfia.   

Tanto Hillary como Trump tem o número mínimo de delegados para confirmar a escolha dos correligionários. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos