Assassino de Jo Cox responderá por terrorismo

LONDRES, 23 JUN (ANSA) - O assassino da parlamentar britânica Jo Cox, Thomas Mair, responderá por terrorismo. O jornal britânico "The Guardian" ainda publicou que o julgamento do homem de 52 anos deve começar em novembro.   

Uma breve audiência foi realizada hoje em Londres, na corte de Old Bailley, destinada a crimes graves.   

A parlamentar Jo Cox morreu na semana passada após ser alvo de três disparos e facadas quando realizava campanha pela permanência da Grã-Bretanha na União Europeia (UE), que está sendo votada hoje, dia 19.   

Mair é a favor do Brexit, a saída do bloco. Na primeira vez que compareceu diante da Justiça, ele gritou: "morte aos traidores, liberdade para Grã-Bretanha".   

O caso comoveu o Reino Unido e pode influenciar nos resultados da votação. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos