Merkel lamenta saída do Reino Unido da UE

LONDRES, 24 JUN (ANSA) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou o resultado do referendo pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE), mas disse acreditar que o bloco é forte o suficiente para lidar com a situação.   

Em coletiva de imprensa, Merkel declarou nesta sexta-feira, dia 24, que a Alemanha tem um "interesse especial" e uma responsabilidade com o sucesso da UE e que as autoridades europeias precisam tentar uma relação próxima de Londres no futuro.   

A Alemanha é atualmente, a maior economia e a mais atuante dentro da UE. Além disso, Berlim foi um dos maiores entusiastas da criação do grupo, que ajudaria em sua reintegração no continente após a II Guerra Mundial. A chanceler também lembrou que o Reino Unido continua membro da UE com "todos seus direitos e obrigações" até que as negociações sejam concluídas.   

Ela destacou que as autoridades europeias não devem tomar conclusões "rápidas e simples" sobre o referendo do "Brexit", que só acabariam criando mais divisões.   

Merkel ainda revelou que um encontro com o presidente da França, François Hollande, e o premier da Itália, Matteo Renzi, foi agendado para a próxima segunda-feira, dia 27, em Berlim para debater a questão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos