Presidente da Argentina telefona para consolar Messi

BUENOS AIRES, 28 JUN (ANSA) - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, se juntou aos apelos de boa parte do país para que o craque Lionel Messi não abandone a Albiceleste por conta da derrota para o Chile na final da Copa América Centenário.   


O mandatário até telefonou ao atacante do Barcelona para tentar fazê-lo mudar de ideia. "Messi é o que temos de maior no país, devemos tomar conta dele. Ter o melhor jogador do mundo é uma alegria para nós", afirmou Macri durante uma breve declaração à imprensa nesta terça-feira (28).   


O presidente também pretende se encontrar com o craque na semana que vem, antes de seu retorno à Espanha. Messi anunciou que deixaria de defender a seleção argentina ainda no calor da derrota para o Chile, na qual o atacante passou em branco e perdeu um pênalti.   


No entanto, seu choro no gramado comoveu o mundo do futebol e vem provocando sucessivos apelos para que ele continue vestindo a camisa albiceleste. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos