Polícia encontra passaporte de kamikazes de Istambul

ROMA, 30 JUN (ANSA) - Os três homens-bomba que executaram o atentado terrorista no aeroporto de Ataturk, em Istambul, na última terça-feira, eram estrangeiros, informou a mídia local nesta quinta-feira (30).   

Segundo as informações da agência de notícias Dogan, os kamikazes eram do Uzbequistão, Quirguistão e da república russa do Daguestão. As identidades foram reveladas após uma ação policial no apartamento alugado pelos homens e usado como base operacional do ataque.   

A área onde ficava o imóvel, uma das mais conservadoras e com uma alta taxa de refugiados sírios, teria sido escolhida graças ao apoio logístico e porque eles poderiam trabalhar sem se destacar entre os outros.   

As autoridades da Turquia informaram ainda que mais duas pessoas morreram nesta quinta, aumentando para 43 o número de vítimas fatais do ataque - sendo que 19 eram estrangeiros.   

Nenhum grupo reivindicou a ação terrorista, mas o governo de Ancara acredita o Estado Islâmico (EI, ex-Isis) tenha sido o responsável. Isso porque o atentado teve os moldes de outro ataque do grupo ocorrido em Bruxelas, na Bélgica, no dia 22 de março. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos