Muro em mansão de Mark Zuckerberg no Havaí causa protestos

NOVA YORK, 1 JUL (ANSA) - O CEO e co-fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, decidiu construir um muro ao redor de sua casa em Kauai, no Havaí, para ter mais privacidade.   

A obra, no entanto, está sendo criticada pelos vizinhos por bloquear a vista da região e a brisa do mar. "É horrível. É triste que alguém chegue, compre um terreno de tamanho considerável e tire a vista que sempre esteve disponível para toda a comunidade por anos", disse Gyl Hall, morador de Kauai. Um grupo de pedreiros e engenheiros já trabalha no local para construir o muro de pedras de 1,80 metro, de acordo com o jornal "West Hawaii Today". Zuckerberg comprou a propriedade em 2014 através da imobiliária Falk Partners. Kauai é a mais antiga e a quarta maior ilha do arquipélago do Havaí, com uma superfície de 1.430,43 quilômetros quadrados. É uma ilha montanhosa de origem vulcânica, sendo o seu ponto mais elevado o pico Kawaikini, de 1.598 metros de altura. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos