Elie Wiesel, Nobel da Paz em 1986, morre aos 87 anos

ROMA, 03 JUL (ANSA) - Morreu na noite deste sábado (02), aos 87 anos, o escritor Elie Wiesel, vencedor do Nobel da Paz de 1986.   


A notícia da morte do autor foi dada pelo Museu da História do Holocausto em Israel.   


Eliezer 'Elie' Wiesel nasceu em 30 de setembro de 1928 na cidade de Sighet, na Romênia. Autor de 57 livros e ativista dos direitos humanos, Wiesel era conhecido mundialmente pela sua promoção da educação e da memória do Holocausto. Seu livro de memórias, "Noite", baseado sobre a sua experiência de sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz, é considerado um dos relatos mais importantes sobre a tragédia do Holocausto.   


Quando recebeu o Nobel da Paz, o escritor foi definido como um "mensageiro da paz" e seu trabalho tido como uma potente mensagem "de paz, de expiação e de dignidade humana".   


Após o fim da Segunda Guerra Mundial, Wiesel trabalhou como colaborador de diversos jornais israelenses direto da França.   


Por mais de 10 anos ficou sem escrever sobre sua experiência com os nazistas, mas um encontro com François Mauriac mudou sua vida.   


Em 1955, o romeno mudou-se para os Estados Unidos, onde obteve a dupla cidadania. Em 1986, recebeu o Nobel por seu empenho na luta contra o racismo e a violência. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos