'Passarelas de Christo' fecham na Itália com público recorde

MILÃO, 4 JUL (ANSA) - Com um público total de 1,3 milhão de pessoas, a instalação "The Floating Piers", que ficou conhecida como "Passarelas de Christo", foi fechada de maneira definitiva neste domingo (3), na Itália.   


"O tempo acabou. Tudo termina na vida. Esta é a coisa mais importante destes projetos, antes ou depois, eles terminam. A liberdade não é uma posse", disse o artista búlgado Christo Vladimirov Javacheff, responsável pela obra, a qual permitia que as pessoas caminhassem sobre as águas do Lago de Iseo, no norte da Itália.   


A instalação, inaugurada no dia 18 de junho, foi um sucesso e atraiu mais de 70 mil pessoas por dia (sendo que a previsão era de 45 mil por dia), provocando enormes filas e trânsito para cruzar as passarelas que ligaram as cidades de Sulzano e Monte Isola em um píer flutuante de 4,5 quilômetros de comprimento.   


"A obra de arte não é a passarela, por onde se caminhou por 15 dias, mas sim, a viagem: quem andou por ali levará a experiência pela vida toda", afirmou Christo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos