Clooney quer ser presidente, diz biografia não autorizada

NOVA YORK, 7 JUL (ANSA) - Considerado dos atores mais sexy de Hollywood, George Clooney aspira se candidatar à Presidência dos Estados Unidos em 2018, segundo uma biografia não autorizada do artista publicada na França.   

O livro, "George Clooney: uma ambição secreta", escrito por dois jornalistas franceses, Maelle Brun e Amelle Zaid, também especula que o ator se casou com a advogada Amal Alamuddin para esconder sua homossexualidade.   

Além disso, Amal seria uma manobra para construir um perfil adequado para um aspirante à Casa Branca, já que ela se veste como uma primeira-dama e se envolve em questões de direitos humanos.   

Ainda de acordo com a biografia, o ator ganhador de dois prêmios Oscar está construindo um currículo perfeito para realizar o sonho de ser presidente.   

Até hoje, o único ator que chegou à Presidência dos Estados Unidos foi Ronald Reagan (1981 -1989). Outros galãs do cinema como Robert Redford e Warren Beatty já pensaram na ideia, mas fracassaram.   

Clooney é o único artista que já fora indicado para seis categorias diferentes do Oscar. Seu nome também foi incluído na lista anual da revista "Time", em 2009, entre as "100 pessoas mais influentes do nundo".   

O ator, mensageiro da paz das Organizações Nações Unidas (ONU) desde 31 de janeiro de 2008, sempre manifestou apoio aos homossexuais e oposição à guerra do Iraque. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos